1/4

Até 1763, Salvador sediou a capital da Coroa Portuguesa nas Américas, sendo que alguns monumentos construídos neste período continuam preservados, o que torna o patrimônio arquitetônico dessa cidade muito valorizado. No Pelourinho, existem mais de 800 casarões dos séculos XVII e XVIII. 

Diversas igrejas e museus completam a estrutura deste bairro, que, no passado, era ponto oficial de tortura dos escravos. A cidade destaca-se historicamente, também, por ter sido o principal porto do Hemisfério Sul até o século XVIII. 

A Bahia sempre teve um litoral diferenciado, considerando que detém o maior número de praias do país. Por isso, a natureza foi generosa nos 50 km de costa que Salvador tem, onde as belezas naturais são tão vastas quanto o próprio litoral. Com tantas praias, fica fácil explicar porque a cidade é tão procurada pelos amantes de esportes aquáticos. 

Dentre os destaques de Salvador, podemos citar o Farol da Barra, Cartão Postal da cidade. Localizado na Praia do Porto da Barra e foi construído em 1627 para a defesa contra os piratas, de onde se tem uma privilegiada visão panorâmica de Salvador e um dos mais bonitos para se ver o pôr-do-sol da cidade. A Praia de Itapuã foi eleita a musa de Vinícius de Morais ao lançar a canção "Tarde em Itapuã". Protegida por arrecifes, a Praia de Itapuã tem águas verdes e tranquilas com ondas fracas e piscinas naturais. Possui também uma colônia de pescadores que com suas jangadas, fazem deste local um cenário inspirador e agradável para que o turista desfrute de deliciosos banhos de mar.

Em Salvador, os mergulhadores encontram espaço ideal. Além de belezas naturais submarinas, a cidade tem o maior número de naufrágios registrados no Brasil. Algumas ruínas de antigos navios estão a poucos metros da praia, acessíveis para iniciantes em mergulho. 

Quem prefere emoções mais fortes, pode visitar navios pouco explorados, situados em águas profundas, ainda na Baía de Todos os Santos. As águas alcançam, em média, 26ºC, o que favorece a prática de variadas modalidades esportivas. Nos passeios a beira-mar, podemos ver pessoas praticando windsurf, kitesurf, além do próprio surf, que tem campo propício em quase todas as praias da capital. Outros tipos de esportes também são incentivados na cidade, como o sandboard, que encontra nas dunas, espaço adequado.

As riquezas da cidade podem ser vistas em cada esquina. Alegria, criatividade, musicalidade, riqueza folclórica e cultural são inerentes ao povo baiano, que tirou da mistura de raças e costumes o seu principal tempero. Os visitantes que chegam a Bahia sempre são bem recebidos, porque, neste estado, todos são brancos, negros e índios.

Fonte: Empresa de Turismo da Bahia.

 

SOLICITE UM ORÇAMENTO!